Estatuída em dezembro de 2006 para lançar nosso compêndio, a Editora do IDII nasceu para publicar títulos relacionados à história do movimento abolicionista, do Terceiro Reinado, do exílio da família imperial brasileira e de personagens oitocentistas e da transição do século XIX para o XX.

Desde 2013, o IDII se associou à editora paulista Linotipo Digital no afã de publicar esses trabalhos, por intermédio de contratos de parceria.

 

D. Isabel I a Redentora (2006)

Reunindo os textos de fundação do IDII e uma monografia sobre a memória daquela que teria governado o Brasil da década de 1890 à de 1920, o livro “D. Isabel I a Redentora. Textos e documentos sobre a imperatriz exilada do Brasil” visava trazer ao público material inédito sobre D. Isabel e sua obra em nosso país.

O livro, hoje esgotado, é um introito à história de D. Isabel, organizado por Bruno Antunes de Cerqueira e prefaciado pela historiadora Beatriz Kushnir. A orelha é da historiadora Mary del Priore.

 

 

Diálogos Monárquicos (2007)

Diálogos Monárquicos é a conversa de um avô professoral com seu neto estudante.

Com este livro, Otto de Alencar de Sá Pereira (1932-2017) — fundador do Instituto e professor de História e de Cultura Brasileira na Universidade Católica de Petrópolis durante três décadas — homenageia todos os seus alunos, sintetizados na figura de Joãozinho, assim como enaltece a figura dos avós de antigamente, ouvidos, respeitados e consultados por seu netos.

Dr. Ricardo, fidalgo brasileiro tipificado pelo autor, é um gentilíssimo senhor que auxilia os netos queridos nas atribuições escolares e se preocupa vivamente com a formação do caráter de seus descendentes. As trocas geracionais marcam toda a obra e, ainda que não haja conflitos claros, sobram exemplos de uma ternura familiar que deve ser almejada por todos.

O livro é uma aula de História do princípio ao fim, revelando inúmeras passagens de nossa construção identitária nacional e das construções de outros povos onde o papel da Monarquia não pode, sob hipótese alguma, ser menosprezado.

O livro Diálogos Monárquicos é fruto de quase dez anos de pertinaz dedicação de seu autor. Nele, Prof. Otto advoga a restauração de uma civilização cristã onde a hierarquia seja o cerne da sociedade e as máximas virtudes teologais (Fé, Esperança e Caridade) reinem soberanamente.

Trata-se de livro de subjetividade transbordante, mesmo que sob as cortinas de uma apoteose mozartiana ou handeliana; vide a ladainha que o inicia e a bênção sacerdotal que o encerra.

O livro é prefaciado pelo saudoso médico-filósofo Sebastião Leite Abreu Perlingeiro (1933-2014) e tem orelhas e legendas de Bruno A. de Cerqueira.

 

O Imperador no Exílio (2013 / 2018) – parceria IDII e LD

O livro, publicado originalmente em 1893, trata dos últimos dias de D. Pedro II, desde a partida da família imperial em novembro de 1889, até seu falecimento em Paris, em dezembro de 1891; é dirigido à Princesa D. Isabel, que pela ótica do autor, o Conde de Affonso Celso (1860-1938), era a imperatriz brasileira no exílio. Affonso Celso Junior é o filho e sucessor político do Visconde de Ouro Preto (1836-1912), último presidente do Conselho de Ministros do Império. No decurso da escrita dos textos, o autor  durante se metamorfoseia, passando de crítico a apoiador inconteste do ilustre exilado e da dinastia.

Na segunda parte do livro, narra os esforços para o traslado dos restos mortais de D. Pedro II e da Imperatriz D. Thereza Christina para o Rio de Janeiro, e narra ainda a história documentada dos esforços para a construção da estátua que homenageia o soberano em Petrópolis, inaugurada somente 22 anos após seu exílio e 20 anos após seu falecimento, com a presença inclusive das mais altas autoridades da República.

A reedição é acompanhada por uma pequena biografia do Conde de Affonso Celso, de autoria de Bruno A. de Cerqueira. Por ser uma obra do final do século XIX, tem linguagem de época, incluindo um glossário.

O Príncipe Soldado (2018) – parceria IDII e LD

Em construção.

Alegrias e Tristezas (2019) – parceria IDII e LD

Em construção.